Mude seu foco: ações práticas para viver o NÓS

No texto anterior, falei sobre como os Mestres de Luz procuram nos ensinar sobre a importância de vivermos o NÓS, de nos doarmos, visto que muitas pessoas vivem imersas em sofrimentos porque justamente só vivem o EU.

Ainda ontem presenciei uma Regressão que abordava mais ou menos isso. Uma pessoa, em outra vida, que tinha uma vida inútil, só se martirizava e ainda culpava Deus, pois se realmente Deus existisse, por que Ele deixou ELA ser tão sofrida? E então, após o desencarne, quando estava no Plano Astral e foi receber orientação de seu Mentor, ela levou um sermão. Isso mesmo que você leu, sermão! E dizia o seguinte:

“Não culpe Deus se você não arregaçou as mangas e foi à luta. Não culpe Deus se você nunca quis dar um sorriso. Não culpe Deus se você quis enxergar a sua vida sem cor. Não culpe Deus se você sentia prazer em seu próprio sofrimento para chamar a atenção. Não culpe Deus se você não se importou em deixar um legado após a sua morte. Não culpe Deus se você não lutou para ter a sua individualidade, se deixando ser uma qualquer. Você é quem cria a sua própria realidade. DEUS AJUDA QUEM SE AJUDA!”

Forte né? Imagina chegar de volta à nossa morada e encontrar o seu Amigo Espiritual, aquele que tanto quis te ajudar, te orientar, que possui todo amor e toda paciência e compaixão do mundo, desse jeito. Literalmente se sentindo de mãos atadas porque seu pupilo ou sua pupila passou essa vida inútil, culpando Deus e todo mundo, e exigindo que a vida fosse diferente, mas ficou de braços cruzados esperando os milagres acontecerem.

Ok, mas já falei bastante sobre isso no texto anterior e hoje o foco é partirmos para a prática. Já entendemos a importância de buscarmos viver o NÓS, nos doando e fazendo a nossa parte, certo? Então agora é hora de ver COMO:

Doações materiais

Uma das primeiras ideias que nos surgem quando falamos em caridade e doações é a doação de dinheiro. De maneira alguma a doação em dinheiro é errada, porém temos que ter o cuidado de esse tipo de doação não se tornar uma armadilha. Explicando melhor: é muito cômodo eu achar que estou fazendo uma grande ação tirando 10 reais da carteira para ajudar aquele grupo de voluntariado e pronto, não fiz mais do que minha obrigação, sem mais esforços da minha parte. O ato não é errado, apenas devemos enxergá-lo da maneira correta e termos consciência disso.

Outro tipo de doação material é verificarmos em nossas casas o que temos sobrando, o que não está sendo usado e que possamos doar, por exemplo: roupas, cobertas, eletrodomésticos, produtos, etc. Esta prática é muito boa, pois além de você fazer a energia da sua casa circular, tirando o que está parado, você está exercendo o desapego, algo muito positivo em termos espirituais e energéticos. Então, periodicamente, faça um inventário de tudo que você possa passar adiante, sempre para alguém isso será muito útil!

doar-amor

Grupos de voluntariado

Eles existem aos montes. Em qualquer comunidade, em qualquer entidade, você pode encontrar um lugarzinho para prestar algum auxílio. Seja ajudando as crianças, seja ajudando os idosos, seja ajudando os animais. Não há discriminação nessa hora, pois o importante é ajudar e você se sentir bem ajudando aquele determinado grupo.

Se você não tem muito tempo para estar ativo no grupo, participe em eventuais ocasiões: o grupo pode precisar de um evento para arrecadar fundos, então ajude a organizá-lo ou participe no dia do evento ajudando de alguma forma; pense em uma campanha criativa para ajudar a divulgar a causa e, ainda, angariar verba; mova esforços para ajudar a criar um site, um material educativo, uma página no Facebook… com essa divulgação, você pode até ajudar a conseguir mais adeptos à causa do grupo em questão; faça produtos que o grupo possa vender e obter mais lucro, ou até mesmo patrocine um produto que o grupo comercialize, como camisetas, pois assim o valor que você pagará se multiplicará quando voltar para o grupo; e por aí vai…

amoraoproximo_nelsonmandela

Grupos espiritualistas

Outra maneira maravilhosa de fazer a sua parte é frequentar um centro espírita, espiritualista, umbandista ou qualquer outra religião que você se sinta bem. Quando nos unimos a um grupo com propósitos espirituais, ajudamos a multiplicar esta energia e não somente estaremos ajudando os outros, como a nós mesmos. Quando movemos esforços para ajudar a nós mesmos, consequentemente estamos criando uma energia que beneficia outros a nossa volta também.

o-bem-que-voce-faz-hoje

Você também pode criar a sua própria atividade espiritualista em casa, como praticar o Evangelho no Lar. Seja sozinho ou reunindo a família, a prática do Evangelho no Lar faz com que se crie um ponto de luz na sua casa e, quanto mais você o pratica, mais essa luz se expande, beneficiando toda a vizinhança e, até mesmo, a cidade. O Evangelho no Lar consiste na leitura de uma obra sagrada, sempre no mesmo dia e horário da semana, que pode ser o Evangelho Segundo o Espiritismo ou qualquer outra obra espiritualista que você goste.

Ainda, você pode participar de outros tipos de grupos, como grupos de meditação, grupos de estudos, grupos de práticas energéticas como a dança circular ou yoga, e etc. Qualquer grupo que expanda o seu conhecimento e a sua energia estará, automaticamente, também beneficiando outros ao seu redor. Não há preço que pague você poder ajudar alguém com algum conhecimento ou com alguma prática que você aprendeu.

Cursos de Reiki

Essa dica eu dou para todas as pessoas que chegam até a mim e dizem: “Ju, eu gostaria de ajudar mas não sei como!” Os cursos de Reiki são meios maravilhosos de fazermos a nossa parte, de ajudarmos os outros e, ainda, transformarmos completamente a nossa vida. Quem já passou pelos cursos de Reiki sabe o quão o Reiki se torna uma bênção em nossas vidas.

Com o Reiki, além de você ter uma maravilhosa técnica em benefício próprio, para trabalhar a sua energia e dos locais que você frequenta, a sua proteção, o fortalecimento da sua saúde, você ainda utiliza o Reiki para ajudar a sua família, ou um grande número de pessoas ao mesmo tempo ou sempre que uma pessoa em específico estiver precisando. Para quem ama os animais, também pode utilizar o Reiki para ajudar os bichinhos.

Como isso acontece? Quando nos tornamos Reikianos e aprendemos a técnica, podemos enviar Reiki à distância, ou seja, você pode estar no conforto da sua casa e ainda fazer a sua parte ajudando os outros, reservando poucos minutos do seu dia para emanar Reiki a quem precisar, até mesmo para o Planeta.

numeros

O importante é ajudar…

Aqui eu abordei algumas poucas maneiras de como você pode contribuir e viver o NÓS que tanto abordamos no último texto. Mas quando se trata de ajuda, as opções não param por aí. O importante mesmo é a intenção, você ir atrás e demonstrar interesse, pois assim as opções começam a surgir e você pode sentir com o seu coração o que mais lhe atrai.

E não esqueça: Deus ajuda quem se ajuda! 😉

O Reiki em minha vida

No dia 19 de abril, adquiri o título de Mestre Reiki, através da iniciação no Mestrado em Reiki. O nosso Mestrado irá finalizar no dia 17 de maio, que é quando nós, alunos e agora Mestres, iremos ministrar um curso para futuros reikianos.

msetrado
Mestre Analice Balbinot
MESTRADO1
Colegas de Mestrado.

Com esse importante passo na minha evolução e dentro deste método, que é fortemente uma grande paixão, resolvi compartilhar como tem sido minha caminhada dentro do Reiki, desde o início, e as modificações realizadas na minha vida.

A minha jornada no Reiki começou em janeiro de 2014. No meu aniversário em dezembro de 2013, recebi de uma amiga e concunhada de presente um curso de Reiki. Ela estava fazendo Mestrado na época e deveriam convidar alguém para iniciarem como Reikianos (como estamos fazendo agora também).

Alguns dias antes do curso (19/01/2014), confesso que eu não estava nadica de nada afim de ir (depois fui entender o porquê), mas não queria desprestigiar o presente dado. Então, de sábado para domingo, extremamente contrariada, não dormi e fui virada para o curso. Nos primeiros minutos que as Mestres começaram a falar, eu entendi tudo: eram os filtros, que são processos de limpeza e purificação que passamos dias antes de um curso, além de testes, para que o plano possa conferir o nosso merecimento, e resistência, apresentando armadilhas para que queiramos sucumbir e não continuar no caminho de evolução.

Sem entrar em detalhes, o que posso dizer é que aquele dia foi algo muito além de especial. Foi algo mágico, inexplicável. Emocionante, tocante… as mudanças que viriam a se concretizar internamente já podiam ser sentidas. Como o próprio nome do nível I (método Usui) – é um “Despertar” de fato.

Nos meses seguintes, o caminho da espiritualidade se acentuou em minha vida. E então, com aquele gostinho de quero mais que esses cursos deixam na gente, eu completei os níveis II e III do método Usui e os níveis I e II dos métodos Karuna e Seichim. Todos com profundas mudanças em mim, tanto internamente como fora.

10293847_811818005552784_2998248281017039438_o
Cursos de Reiki: Usui (I, II e III), Karuna (I e II) e Seichim (I e II)

Não preciso nem dizer que são experiências impagáveis. O Reiki proporciona grandes bênçãos na vida de quem se abre a ele. Seja através das autoaplicações (para quem é Reikiano), seja através da aplicação em terceiros, experimento sensações e experiências maravilhosas através dessa  técnica.

Hoje não consigo imaginar a minha vida sem o Reiki. Além de trazer comigo diariamente essas energias maravilhosas, também ficam as amizades especiais dos colegas e mestres que vamos conhecendo durante os cursos. Por tudo isso só tenho a agradecer. E gratidão especial às minhas Mestras queridas: Luciele, Ceres, Shana, Géli, Aline e Analice!

Para finalizar, não por acaso, a melhor definição do que é o Reiki foi trazida, claro, por Mikao Usui: “O Reiki é a arte secreta de convidar a felicidade”.

FB_IMG_1424124992563Obs: O Reiki permite ser um assunto inesgotável. Aqui, neste post, só quis contar minha trajetória dentro dos cursos que me capacitaram ser Reikiana e Mestre Reiki. Futuramente, vou escrevendo outros textos falando propriamente dos benefícios do Reiki no geral. Até lá! 🙂